terça-feira, 12 de julho de 2011

What I've done

Refletindo...
 
 
O QUE EU FIZ
Composição: Mike Shinoda / Chester Bennington - Linkin Park
 
 
Nesta Despedida
Não existe sangue
Não existe álibi
Porque eu estava fadado ao remorso
Da verdade
De milhares de mentiras
Então deixe a misericórdia vir
E me fazer esquecer

 
O que eu fiz
Eu vou enfrentar a mim mesmo
Para apagar
O que me tornei
Apagar minha vida
E deixar ir embora
O que eu já fiz

 
Coloque para descansar
O que você pensou de mim,
Enquanto eu limpo esta lousa
Com as mãos
Da incerteza.
Então deixe a misericórdia vir
E me fazer esquecer

 
O que eu fiz
Eu vou enfrentar a mim mesmo
Para apagar
O que me tornei
Apagar minha vida
E deixar ir embora
O que eu fiz

 
Em razão do que fiz
Eu vou começar novamente
E o que quer que venha
Hoje acabará
Estou clemente

 
O que eu fiz...

 
Eu vou enfrentar a mim mesmo
Para apagar
O que me tornei
Apagar minha vida
E deixar ir embora
O que eu fiz
 

O que eu fiz
Estou pedindo perdão pelo que eu fiz...

sexta-feira, 27 de maio de 2011

A voice in the dark

Estou "in the dark" hoje... Muito a fim viajar na imaginação... Sair um pouco da realidade.
>>>Como eu queria ter vivido na época medieval!! :(  (E quem sabe eu não vivi né?)
 
 
 
 
 
 
Uma voz na escuridão - Blind Guardian
 
 
Um senso de negação
Venha testemunhar meu julgamento
O corvo virou um mentiroso
Eu vou viver, eu posso morrer
Falhei embora tenha tentado
Mas finalmente voei

Esse é o tolo
Quem põe fé em falsos salvadores
O inocente intende
Ele continua caindo

E além disso
Ele agora está consciente
"Venha abrir suas asas,
Acorde agora"
O inimigo ai dentro
Logo vai aparecer

Você está preso em minha mente
Pergunte pela chave
Não procure por Linhas finas
Não tem saída

Embora eu sinta sua presença
Tem um sinal para revelar
Então , depois de tudo
Tenho certeza q continuo caindo

Eles mandaram um sinal
Quando o inverno da morte chegar
Das ruínas me levantarei

Tema a voz na escuridão
Fique ciente agora
Acredite em asas negras e palavras sombrias
As Sombras voltaram
Tema a voz na escuridão
Fique ciente agora
As trevas se escondem e esperam
Mas elas logo voltarão

Isso jamais será o mesmo
E nada resta
Não consigo achar uma saída
Mas estou encarando isso
Oh, não haverá salvador !

Posso prever toda a dor
Eles dão arrepio
"Me amaldiçoe, Me odeie, Me bata, Me mata !"
Oh, eles já não descansarão!

"Paralisado e congelado
Liberte sua mente
Você está quebrado
Paralisado e congelado
Aprenda a andar
Não olhe pra trás"

Nos assombrados campos de mutilação
Você não encontrará alívio
É apenas um sonho
Queria poder dizer isso

A visão enfraquece
Não há santuário
O que vai subir
Certamente cai

Tema a voz na escuridão
Fique ciente agora
Acredite em asas negras e palavras sombrias
As Sombras voltaram
Tema a voz na escuridão
Fique ciente agora
As trevas se escondem e esperam
Mas elas logo voltarão

Em vão
Continuo eu sem entender
Então me diga de novo
Porque temo essas palavras ?
O que me mantém aqui ?

Eu ouço a voz
Ela vem de todo lugar
"Agora, procure uma saída
Porque você é a chave
Comece a entender"

Decrescendo das extremidades
Agora eu sei, não voarei novamente
Em meio da neblina, estou encarando o chão

Tema a voz na escuridão
Fique ciente agora
Acredite em asas negras e palavras sombrias
As Sombras voltaram
Tema a voz na escuridão
Fique ciente agora
As trevas se escondem e esperam
Mas elas logo voltarão

terça-feira, 17 de maio de 2011

Ich Will

Boa música!
 
 
Eu quero - Rammstein
Composição : Kruspe / Landers / Lindemann / Lorenz / Riedel / Schneider
 
 
Eu Quero...

Eu quero que vocês me sigam
Eu quero que vocês acreditem em mim
Eu quero sentir seus olhares
Eu quero controlar cada batida do coração

Eu quero ouvir suas vozes
Eu quero perturbar o silêncio
Eu quero que vocês me vejam bem
Eu quero que vocês me entendam

Eu quero suas fantasias
Eu quero suas energias
Eu quero ver suas mãos
Eu quero me afogar em aplausos

Vocês me veem?
Vocês me entendem?
Vocês me sentem?
Vocês me ouvem?

Vocês conseguem me ouvir?
-Nós te ouvimos-
Vocês conseguem me ver?
-Nós te vemos-
Vocês conseguem me sentir?
-Nós te sentimos-
Eu não entendo vocês.

Eu quero...

Nós queremos que vocês confiem em nós...
Nós queremos que vocês acreditem em tudo que vem de nós...
Nós queremos suas mãos...
Nós queremos nos afogar em aplausos...

Vocês conseguem me ouvir?
-Nós te ouvimos-
Vocês conseguem me ver?
-Nós te vemos-
Vocês conseguem me sentir?
-Nós te sentimos-
Eu não entendo vocês.

Vocês conseguem nos ouvir?
-Nós os ouvimos-
Vocês conseguem nos ver?
-Nós os vemos-
Vocês conseguem nos sentir?
-Nós os sentimos-
Nós não entendemos vocês.

Eu quero...

Mein Herz Brennt

Fiquei um pouco em dúdiva sobre o que postar hoje, então resolvi optar por uma música que simplesmente gosto... Só para compartilhar mesmo...


Meu coração queima - Rammstein
Composição : Kruspe / Landers / Lindemann / Lorenz / Riedel / Schneider


Agora, lindas crianças, prestem bastante atenção
eu sou a voz que vem do travesseiro
eu trouxe para vocês algo comigo
que arranquei do meu próprio peito
com este coração, possuo o poder
de exercer controle sobre as pálpebras
eu canto até o dia despertar
uma luz brilhante no firmamento
Meu coração queima

Eles vêm até vocês à noite
Demônios espíritos fadas negras
Eles se arrastam para fora de cavernas subterrâneas
E vêm espiar embaixo de suas cobertas

Agora, lindas crianças, prestem bastante atenção
eu sou a voz que vem do travesseiro
eu trouxe para vocês algo comigo
uma luz brilhante no firmamento
Meu coração queima

Eles vêm até vocês à noite
e roubam suas cálidas pequenas lágrimas
eles esperam até que a lua desperte
e se esquivam dentro das minhas veias frias

Agora, lindas crianças, prestem bastante atenção
eu sou a voz que vem do travesseiro
eu canto até o dia despertar
uma luz brilhante no firmamento
Meu coração queima

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Open your eyes

Pode até parecer meio clichê, mas aproveitem bem seus dias, não deixem de fazer aquilo que sentem vontade, porque a vida é feita de momentos, que são únicos e não voltam...
Diga o que tem vontade de dizer, mas antes disso prove seu amor com atitudes. Elas fazem toda a diferença!
Viver é uma dádiva... Não desperdice seus dias com futilidades, brigas ou desentendimentos. Faça tudo realmente valer a pena!
O tempo passa muito rápido quando se está vivo...
 
 
Abra seus olhos - Snow Patrol
 
 
Tudo isto parece estranho e falso
E eu não vou disperdiçar um minuto sem você
Meus ossos doem, minha pele está fria
E eu estou ficando tão cansado e velho

A raiva me corrói por dentro
E eu não vou sentir esses pedaços e cortes
Eu quero tanto abrir seus olhos
Por que eu preciso que você olhe dentro dos meus

Me diga que você abrirá seus olhos
Levante, vá embora, saia de perto desses mentirosos
Porque eles não tem sua alma ou sua chama
pegue minha mão, entrelace seus dedos entre os meus
E nós sairemos deste lugar escuro pela última vez

Cada minuto a partir deste agora
Podemos fazer o que gostamos em qualquer lugar
Eu quero tanto abrir seus olhos
Porque eu preciso que você olhe dentro dos meus

Me diga que você abrirá seus olhos
Tudo isto parece estranho e falso
E eu não vou perder um só momento sem você
 
 
 
CARPE DIEM
 
 
                   
                      
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

domingo, 15 de maio de 2011

Milagre da Vida...


"Pode ser que um dia tudo acabe...
Mas, com a amizade construiremos tudo novamente,
Cada vez de forma diferente.
Sendo único e inesquecível cada momento
Que juntos viveremos e nos lembraremos para sempre.

Há duas formas para viver a sua vida:
Uma é acreditar que não existe milagre.
A outra é acreditar que todas as coisas são um milagre."

Albert Einstein

sexta-feira, 13 de maio de 2011

I want out

Lute por suas idéias sempre!! Busque a sua felicidade!

>>>Relembrando<<<
>Aulas de Filosofia e Didática Geral<                                                                                  

 Por que as pessoas achavam que a cabeça de uma criança era igual uma folha de papel em branco, ou uma fôrma que poderia moldar as idéias ou personalidades?



Apreciem a letra e a música! *-*


Eu quero sair - Helloween
Composição : Kai Hansen


Desde o início de nossas vidas
Somos empurrados para pequenas fôrmas
Ninguém nos pergunta como gostaríamos de ser
Na escola eles nos ensinam o que pensar
Mas todos dizem coisas diferentes
Mas estão todos convencidos
De que estão certos

Então eles continuam falando e nunca param
E a certa altura você desiste
E a única coisa que restou para pensar é essa

Eu quero sair - e viver minha vida sozinho
Eu quero sair - me deixe ser
Eu quero sair - e fazer coisas do meu jeito
Eu quero sair - viver minha vida e ser livre

As pessoas me dizem A e B
Eles dizem como eu devo ver
As coisas que já me são claras
Então me empurram de um lado para o outro
Eles me levam de um lado extremo ao outro
Me empurram até que não haja nada para ouvir

Mas não me abusem demais
Calem a boca e saiam daqui
Porque eu decido de que jeito as coisas vão ser

Eu quero sair - e viver minha vida sozinho
Eu quero sair - me deixe ser
Eu quero sair - e fazer coisas do meu jeito
Eu quero sair - viver minha vida e ser livre

Há um milhão de jeitos de ver as coisas na vida
Um milhão de jeitos de ser um idiota
No final, nenhum de nós está certo
As vezes nós precisamos ficar sozinhos

Não, não, não, me deixem só.

Eu quero sair - e viver minha vida sozinho
Eu quero sair - me deixe ser
Eu quero sair - e fazer coisas do meu jeito
Eu quero sair - viver minha vida e ser livre


Assista o vídeo I want out - Helloween

quinta-feira, 12 de maio de 2011

O primeiro beijo

Leiam!! É muito interessante... E por um acaso, estava pensando nisso ontem mesmo! Não posso afirmar que isso acontece com todas as pessoas, mas com certeza com a maioria!

                                                                                                                       
                                                                                                                          Por Clarice Lispector

Os dois mais murmuravam que conversavam: havia pouco iniciara-se o namoro e ambos andavam tontos, era o amor. Amor com o que vem junto: ciúme.
- Está bem, acredito que sou a sua primeira namorada, fico feliz com isso. Mas me diga a verdade, só a verdade: você nunca beijou uma mulher antes de me beijar? Ele foi simples:

- Sim, já beijei antes uma mulher.

- Quem era ela? perguntou com dor.

Ele tentou contar toscamente, não sabia como dizer.

O ônibus da excursão subia lentamente a serra. Ele, um dos garotos no meio da garotada em algazarra, deixava a brisa fresca bater-lhe no rosto e entrar-lhe pelos cabelos com dedos longos, finos e sem peso como os de uma mãe. Ficar às vezes quieto, sem quase pensar, e apenas sentir - era tão bom. A concentração no sentir era difícil no meio da balbúrdia dos companheiros.

E mesmo a sede começara: brincar com a turma, falar bem alto, mais alto que o barulho do motor, rir, gritar, pensar, sentir, puxa vida! como deixava a garganta seca.

E nem sombra de água. O jeito era juntar saliva, e foi o que fez. Depois de reunida na boca ardente engulia-a lentamente, outra vez e mais outra. Era morna, porém, a saliva, e não tirava a sede. Uma sede enorme maior do que ele próprio, que lhe tomava agora o corpo todo.

A brisa fina, antes tão boa, agora ao sol do meio dia tornara-se quente e árida e ao penetrar pelo nariz secava ainda mais a pouca saliva que pacientemente juntava.

E se fechasse as narinas e respirasse um pouco menos daquele vento de deserto? Tentou por instantes mas logo sufocava. O jeito era mesmo esperar, esperar. Talvez minutos apenas, enquanto sua sede era de anos.

Não sabia como e por que mas agora se sentia mais perto da água, pressentia-a mais próxima, e seus olhos saltavam para fora da janela procurando a estrada, penetrando entre os arbustos, espreitando, farejando.

O instinto animal dentro dele não errara: na curva inesperada da estrada, entre arbustos estava... o chafariz de onde brotava num filete a água sonhada. O ônibus parou, todos estavam com sede mas ele conseguiu ser o primeiro a chegar ao chafariz de pedra, antes de todos.

De olhos fechados entreabriu os lábios e colou-os ferozmente ao orifício de onde jorrava a água. O primeiro gole fresco desceu, escorrendo pelo peito até a barriga. Era a vida voltando, e com esta encharcou todo o seu interior arenoso até se saciar. Agora podia abrir os olhos.

Abriu-os e viu bem junto de sua cara dois olhos de estátua fitando-o e viu que era a estátua de uma mulher e que era da boca da mulher que saía a água. Lembrou-se de que realmente ao primeiro gole sentira nos lábios um contato gélido, mais frio do que a água.

E soube então que havia colado sua boca na boca da estátua da mulher de pedra. A vida havia jorrado dessa boca, de uma boca para outra.

Intuitivamente, confuso na sua inocência, sentia intrigado: mas não é de uma mulher que sai o líquido vivificador, o líquido germinador da vida... Olhou a estátua nua.

Ele a havia beijado.

Sofreu um tremor que não se via por fora e que se iniciou bem dentro dele e tomou-lhe o corpo todo estourando pelo rosto em brasa viva. Deu um passo para trás ou para frente, nem sabia mais o que fazia. Perturbado, atônito, percebeu que uma parte de seu corpo, sempre antes relaxada, estava agora com uma tensão agressiva, e isso nunca lhe tinha acontecido.

Estava de pé, docemente agressivo, sozinho no meio dos outros, de coração batendo fundo, espaçado, sentindo o mundo se transformar. A vida era inteiramente nova, era outra, descoberta com sobressalto. Perplexo, num equilíbrio frágil.

Até que, vinda da profundeza de seu ser, jorrou de uma fonte oculta nele a verdade. Que logo o encheu de susto e logo também de um orgulho antes jamais sentido: ele...

Ele se tornara homem.

(In "Felicidade Clandestina" - Ed. Rocco - Rio de Janeiro, 1998)


Escute seu coração...

Essa não é uma das minhas bandas preferidas, mas em termos de letras de música, essa me cativou. Muitas vezes esquecemos de ouvir nosso coração para seguir a razão. E na verdade, em certos aspectos, o que o coração está "dizendo" é o que realmente importa.
Por isso, escutem mais seus corações!
 
Listen to your heart - Roxette
Composição : Per Gessle & Mats Mp Persson
 
Eu sei há algo após seu sorriso.
Eu obtenho uma noção do olhar em seus olhos, sim.
Você construiu um amor, mas aquele amor se quebra.
Seu pedacinho do paraíso, muda pra escuridão

Escute seu coração
Quando ele chamar por você
Escute seu coração
Não há nada mais que você pode fazer.
Eu não sei aonde você vai
E eu não sei por que,
Mas escute seu coração
Antes de você lhe dizer adeus.

Às vezes você deseja saber se esta briga valeu a pena.
Os momentos preciosos estão todos perdidos na maré, sim.
Eles são varridos e nada é o que parece,
O sentimento de pertencer a seus sonhos.

Escute seu coração                                                         Quando ele chamar por você
Escute seu coração
Não há nada mais que você pode fazer.
Eu não sei aonde você vai
E eu não sei por que,
Mas escute seu coração
Antes de você lhe dizer adeus.

E há vozes
Que querem ser ouvidas.
Tanto a mencionar
Mas você não consegue achar as palavras.
A essência de magia,
A beleza que havia
Quando amor era mais selvagem que o vento.

Escute seu coração
Quando ele chamar por você
Escute seu coração
Não há nada mais que você pode fazer.
Eu não sei aonde você vai
E eu não sei por que,
Mas escute seu coração
Antes...

Escute seu coração
Quando ele chamar por você
Escute seu coração
Não há nada mais que você pode fazer.
Eu não sei aonde você vai
E eu não sei por que,
Mas escute seu coração
Antes...

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Blood Brothers

Uma das minhas músicas preferidas do Maiden... Tem uma letra fantástica! Fala da vida... E me faz pensar(lembrar) da minha.


Irmãos de Sangue - Iron Maiden
Composição: S. Harris


Se você está passeando pelo
Jardim da vida
O que você pensa que
Irá ver?
Somente um espelho refletindo os
Movimentos de sua vida
E no rio reflexos meus

Por um segundo vejo de relance
Meu pai
E num movimento ele acena pra mim
Nesse momento as memórias são tudo que
Permanecem
E todas as feridas se abrem novamente

Nós somos irmãos de sangue
Nós somos irmãos de sangue
Nós somos irmãos de sangue
Nós somos irmãos de sangue

E conforme você olha ao redor o
Mundo em horror
O que você vê? Você acha que nós
Aprendemos?
Não, se você estiver olhando a
Guerra tumultuosa
Lá fora, nas ruas, onde bebês
São queimados

Nós somos irmãos de sangue
Nós somos irmãos de sangue
Nós somos irmãos de sangue
Nós somos irmãos de sangue

Há horas que eu receio
Pelo mundo
Há horas que eu me envergonho por todos nós
Quando se está pairando sobre todas as
emoções que se sente
Refletindo o bem e o mal

Algum dia nós saberemos qual a resposta
Para o que a vida realmente é?
Você pode me dizer o que a vida realmente é?
Talvez todas coisas que você sabe
Que são preciosas para você
Possam ser varridas pelas
Mãos do destino

Nós somos irmãos de sangue
Nós somos irmãos de sangue
Nós somos irmãos de sangue
Nós somos irmãos de sangue

Quando você pensa que nós já usamos todas as
Nossas chances
E a chance de fazer
Tudo direito
Continua fazendo os mesmos
Velhos erros
Faz o equilíbrio tão fácil
Quando vivemos nossas vidas no
Limite
Faça uma oração ao livro dos mortos

Nós somos irmãos de sangue
Nós somos irmãos de sangue
Nós somos irmãos de sangue
Nós somos irmãos de sangue

Se você está passeando pelo
Jardim da vida...

quinta-feira, 5 de maio de 2011

Siga em frente...

Simplemesnte, sigam em frente...
 
Carry on - Angra
 
Composição: Andre Matos
 
 
Mente simplória,
Pois agora você sucumbe
Nada muda o seu caminho
Esse mundo insiste em ser o mesmo
Baseado em nossos erros
As flores desaparecem ao longo da estrada
Não feche os olhos,
Pois a solidão torna-se a lei
de uma vida sem significado

Siga os seus passos e você descobrirá
Os caminhos desconhecidos estão na sua cabeça
Não precisa de mais nada além de seu orgulho
para chegar lá...[Vá!]

Agora temos que enfrentar um novo dia
Você não estará sozinho
Essa vida está nos forçando a ficar
- Por quanto tempo?
Frio é o vento e o soar do trovão
numa noite de tempestade
Mas veja bem, eu estou ao seu lado
Estamos marchando em frente!

Siga os seus passos e você descobrirá
Os caminhos desconhecidos estão na sua cabeça
Não precisa de mais nada além de seu orgulho
para chegar lá...

Então, siga em frente,
A vida tem um sentido
Que algum dia poderemos descobrir...
Siga em frente, é hora de esquecer
Os restos do passado para seguir em frente

Siga os seus passos e você descobrirá
Os caminhos desconhecidos estão na sua cabeça
Não precisa de mais nada além de seu orgulho
para chegar lá...

Então, siga em frente,
A vida tem um sentido
Que algum dia poderemos descobrir...
Siga em frente, é hora de esquecer
Os restos do passado

Então, siga em frente,
A vida tem um sentido
Que algum dia poderemos descobrir...
Siga em frente, é hora de esquecer
Os restos do passado

Siga em frente, é hora de esquecer
Os restos do passado, para seguir em frente
Os restos do passado, para seguir em frente
Os restos do passado...
 
 
 

http://www.youtube.com/watch?v=nn7y5ShTWWU

terça-feira, 3 de maio de 2011

Nenhum sonho pode curar um coração partido

Tony Kakko tem ótimas composições, e essa é apenas uma delas. Cada um encara de um jeito a perda. A dor pode demorar a passar, mas passa. Ficam somente as cicratizes, marcas, de uma das inúmeras batalhas que foram vencidas; essas, que então, o tempo fica encarregado de guardar,seja na memória ou no coração.
 
Muitas pessoas não gostam de romantismo, outras acham que nem existe. Isso é uma questão de opinião, mas creio que ser romântico é falar de amor, e de como ele acontece para cada pessoa, como cada um vê o amor.
 
Essa é uma música linda do Sonata, com destaque pra Johanna Kurkela, que faz uma doce participação. Voz perfeita!
 
 
No dream can heal a broken heart
Sonata Arctica
 
Composição: Tony Kakko
 
 
Meu sonho, ao que parece, não consegue ver as manhãs
Meu primeiro e único objetivo
Eu ouço você respirar, eu não estou sozinho na escuridão
Eu sinto algo em meus lábios que eu não deveria

Um, de vários beijos envenenados
E eu estou me afogando no mais profundo mar
Eu encontrei meu destino, o porquê estou aqui
Estou batendo na porta do meu céu

Um dia, nós fugiremos dos amanhãs
E os dias de ontem, tornam-se os amontoados de que nossos sonhos são feitos

Até hoje, eu vivia no mundo das sombras
Agora o coração está falando, o cérebro é derrotado
Pensamentos independentes excluídos...

Um, de vários beijos envenenados...                                                              
E eu estou me afogando no seu mais profundo mar
Encontrei meu destino, algo que eu estou aqui para...
Eu estou batendo na porta do meu céu

E o mapa para encontrar a minhas vontades de dormir
Está escondido onde eu não posso ver
Quando estou acordado, preciso de seus beijos envenenados
Para voltar a cair em um sonho de vida

Porque você tem um grande medo para o meu amor, por favor, seja forte.
Se seu coração pode ouvir uma canção, você não pode estar errado...
Então, repouse sua confiança em mim, salve este amor, viva e veja
Se a vida para além deste sonho é o que você procura...

Preencha seus mais profundos desejos,
venha pegar meus beijos envenenados
A vida é muito curta, essa hora dourada é vitalícia

Dê-me seu beijo envenenado,
agora, vem a noite, eu preciso do meu desejo de dormir
Ajude-me a sonhar de novo, de algum jeito, me beije agora

Com seus lábios envenenados
Oh, vem a noite, eu quero meus desejos perdidos
Ajude-me, leve um beijo, de algum jeito
me abrace agora

Nenhum sonho pode curar um coração partido...
Quando nós estamos separados...

...No mar de desejos                                                   
Meus sonho de que ninguém perde                
lágrimas me distanciam, sempre de alguma forma
Adeus amor...





segunda-feira, 2 de maio de 2011

Só chame meu nome... Eu estarei lá

Música que combina perfeitamente com o clipe dos lobos!!! Assistam...


Just call my name (I'll be there)
Blackmore's Night


Eu estarei lá, feche seus olhos e você me verá
Só chame meu nome

Tantas noites eu fiquei aqui esperando
Houveram vezes que eu não conseguia seguir em frente     
Ainda que meu coração estivesse antecipando
Isso me fez ser forte
Me fez esperar...

Alguns me chamavam de louco
Eu fui acusado de ser ingenuo
Mas eu não preciso de ninguém pra me salvar
Porque eu tenho você, você me faz acreditar

Eu estarei lá de noite quando você precisar de mim
Só chame meu nome
Eu estarei lá, feche seus olhos e você me verá
Só chame meu nome

Eu não preciso saber as respostas
Eu não quero entender
Nós nascemos para arriscar
Eu sei a verdade quando você segura minha mão...

Eu esperei um longo tempo perdido no mar aberto
Rezando para um anjo para ser mandado pra mim
Venha para mim...

Agora a noite não dura pra sempre
Todo momento é uma canção
Porque nós enfrentamos a noite juntos
Alguma coisa tão certa não pode nunca estar errada

I LOVE WOLVES!



SOBRE LOBOS...                                                         

O lobo é o maior membro selvagem da família canidae. É um sobrevivente da Era do Gelo(cerca de 300 mil anos atrás).
Apesar de não se adaptarem a presença humana, os lobos tem se desenvolvido em florestas temperadas, desertos, montahnas, tundras, campos e até mesmo em algumas áreas urbanas.
Eles são capazes de percorrer várias longas distâncias a cerca de 10 quilômetros por hora e são conhecidos por atingir velocidades próximas a 65 quilômetros por hora durante uma perseguição.
Os lobos têm pêlos volumosos consistindo de duas camadas. A primeira camada é feita de pêlos resistentes que repelem água e sujeira. A segunda é um denso pêlo resistente à água que o isola. O subpêlo é espalhado pelo corpo na forma de grandes tufos de pêlos no final da primavera ou início do verão (com variações anuais).                      
  Embora tenha um olfato relativamente fraco quando comparado a outros canídeos, o lobo possui uma audição bastante apurada, ao ponto de ser capaz de ouvir a queda de folhas das árvores durante o outono. Sua visão noturna é a mais avançada da família dos canídeos.


O lobo é um animal fascinante, cuja simbologia varia  de acordo com a cultura dos povos. Quando falamos em lobo  nos remete a idéia da  fome insaciável, do desejo, do anseio incontrolável... Mas também uma idéia de força, liberdade e atitude.
Sempre admirado e temido, o lobo representava para os povos antigos que viviam em tribos nas florestas, a separação entre a vida e a morte.


Na mitologia germânica(nórdica), o lobo era considerado como sendo um dos animais de Wotan; na mitologia grega pertencia à Apolo o deus do sol, o princípio da consciência. Era ainda considerado como sendo um animal de todos os deuses da guerra.

No Xamanismo o lobo é visto como um  professor, precussor de novas idéias. Ele sai, aprende e volta ao seu clã para ensinar o que aprendeu.
O lobo quando encontra e escolhe uma parceira geralmente é para o resto da vida, é ligado à família,embora mantenha um caráter individualista e solitário.
Para  os xamãs a energia desse animal ensina a buscar a verdadeira matilha,clã,  família ou escolher um(a) companheiro(a) que possa acompanhar seu novo ciclo.

E claro, o lobo é sempre lembrado nas histórias infantis(e não infantis também), sendo o vilão.

Seus uivos não são para a lua, eles apenas uivam para marcar território, por diversão, para pedir ajuda ou para lamentar uma perda.                                

Ter um lobo como animal totem, foi um dos melhores presentes que pude ter. Ele é o melhor guardião e companheiro que alguém possa ter, pois é mestre, e guarda segredos ancestrais.

"O lobo nunca foi mal, e sim natural!"

domingo, 1 de maio de 2011

Whatever

Muitas vezes as pessoas deixam de viver como gostariam de verdade pensando no que os outros iriam falar. Eu me pergunto, sinceramente, é isso realmente que você quer ser? É assim que você é realmente? Frequentemente encontramos pessoas seguindo "moda", para parecerem legais, modernas e serem aceitas por um determinado grupo social. Mas será que elas se esquecem que para isso não precisamos mudarmos o corte de cabelo, usar roupas de marcas famosas ou ouvirmos as músicas mais tocadas no momento. Devemos simplesmente sermos quem realmente somos, sem esconder nossos defeitos, ou o que pode ser visto como um. O mais interessante é não ser sempre igual, seguir a multidão e fazer sempre o mesmo. Você pode estar apenas perdendo tempo.
Essa música é linda!!
Tudo que
Oasis
Eu sou livre para ser tudo que eu
Tudo que eu escolho
E eu cantarei o Blues se eu quiser
Eu sou livre para dizer tudo que eu

Tudo que eu gosto
Se está errado ou certo está tudo bem
Sempre me pareceu que
Você só vê o que pessoas querem que você veja
Por quanto tempo vai ser assim

Antes de nós entravamos o ônibus
E não causavamos confusão
Conseguir um apoio em você mesma
Isto não custava muito

livre para ser o que você
o que você disser
Para mim tudo bem
Você é livre para estar onde você

Onde você quiser
Você pode atirar na brisa se quiser
Sempre me pareceu que
Você só vê o que pessoas querem que você veja

Por quanto tempo vai ser assim
Antes de nós entravamos o ônibus
E não causavamos confusão
Conseguir um apoio em você mesma

Isto não custava muito
Eu sou livre para ser tudo que eu
Tudo que eu escolho
E eu cantarei o Blues se eu quiser

Aqui na minha mente
Você sabe o que poderá encontrar
Alguma coisa que você
Você pensou que um dia conheceu

Mas agora tudo está perdido
E você sabe que isto não é divertido
Sim, eu sei que isto não é divertido
Oh eu sei que isto não é divertido

Eu sou livre para ser tudo que eu
Tudo que eu escolho
E eu cantarei o Blues se eu quiser
Eu sou livre para ser tudo que eu

Tudo que eu escolho
E eu cantarei o Blues se eu quiser
Faça o que fizer
Diga o que disser

Sim, eu sei que está tudo bem
Faça o que fizer
Diga o que disser
Sim, eu sei que está tudo bem

sábado, 30 de abril de 2011

Saudades

Hoje estou realmente pensativa... Meio sem ânimo pra fazer as coisas. Deve ser nostalgia.
Mas amanhã será outro dia...






Sinto saudades de tudo que marcou a minha vida.
Quando vejo retratos, quando sinto cheiros,
quando escuto uma voz, quando me lembro do passado,
eu sinto saudades...

Sinto saudades de amigos que nunca mais vi,
de pessoas com quem não mais falei ou cruzei...

Sinto saudades da minha infância,
do meu primeiro amor, do meu segundo, do terceiro,
do penúltimo e daqueles que ainda vou ter, se Deus quiser...

Sinto saudades do presente,
que não aproveitei de todo,
lembrando do passado
e apostando no futuro...

Sinto saudades do futuro,
que se idealizado,
provavelmente não será do jeito que eu penso que vai ser...

Sinto saudades de quem me deixou e de quem eu deixei!
De quem disse que viria
e nem apareceu;
de quem apareceu correndo,
sem me conhecer direito,
de quem nunca vou ter a oportunidade de conhecer.

Sinto saudades dos que se foram e de quem não me despedi direito!

Daqueles que não tiveram
como me dizer adeus;
de gente que passou na calçada contrária da minha vida
e que só enxerguei de vislumbre!

Sinto saudades de coisas que tive
e de outras que não tive
mas quis muito ter!

Sinto saudades de coisas
que nem sei se existiram.

Sinto saudades de coisas sérias,
de coisas hilariantes,
de casos, de experiências...

Sinto saudades do cachorrinho que eu tive um dia
e que me amava fielmente, como só os cães são capazes de fazer!

Sinto saudades dos livros que li e que me fizeram viajar!

Sinto saudades dos discos que ouvi e que me fizeram sonhar,

Sinto saudades das coisas que vivi
e das que deixei passar,
sem curtir na totalidade.

Quantas vezes tenho vontade de encontrar não sei o que...
não sei onde...
para resgatar alguma coisa que nem sei o que é e nem onde perdi...

Vejo o mundo girando e penso que poderia estar sentindo saudades
Em japonês, em russo,
em italiano, em inglês...
mas que minha saudade,
por eu ter nascido no Brasil,
só fala português, embora, lá no fundo, possa ser poliglota.

Aliás, dizem que costuma-se usar sempre a língua pátria,
espontaneamente quando
estamos desesperados...
para contar dinheiro... fazer amor...
declarar sentimentos fortes...
seja lá em que lugar do mundo estejamos.

Eu acredito que um simples
"I miss you"
ou seja lá
como possamos traduzir saudade em outra língua,
nunca terá a mesma força e significado da nossa palavrinha.

Talvez não exprima corretamente
a imensa falta
que sentimos de coisas
ou pessoas queridas.

E é por isso que eu tenho mais saudades...
Porque encontrei uma palavra
para usar todas as vezes
em que sinto este aperto no peito,
meio nostálgico, meio gostoso,
mas que funciona melhor
do que um sinal vital
quando se quer falar de vida
e de sentimentos.

Ela é a prova inequívoca
de que somos sensíveis!
De que amamos muito
o que tivemos
e lamentamos as coisas boas
que perdemos ao longo da nossa existência...


Clarice Lispector



sexta-feira, 29 de abril de 2011

Verdades

Já escondi um AMOR com medo de perdê-lo, já perdi um AMOR por escondê-lo.
Já segurei nas mãos de alguém por medo, já tive tanto medo, ao ponto de nem sentir minhas mãos.
Já expulsei pessoas que amava de minha vida, já me arrependi por isso.
Já passei noites chorando até pegar no sono, já fui dormir tão feliz, ao ponto de nem conseguir fechar os olhos.
Já acreditei em amores perfeitos, já descobri que eles não existem.
Já amei pessoas que me decepcionaram, já decepcionei pessoas que me amaram.
Já passei horas na frente do espelho tentando descobrir quem sou, já tive tanta certeza de mim, ao ponto de querer sumir.
Já menti e me arrependi depois, já falei a verdade e também me arrependi.
Já fingi não dar importância às pessoas que amava, para mais tarde chorar quieta em meu canto.
Já sorri chorando lágrimas de tristeza, já chorei de tanto rir.
Já acreditei em pessoas que não valiam a pena, já deixei de acreditar nas que realmente valiam.
Já tive crises de riso quando não podia.
Já quebrei pratos, copos e vasos, de raiva.
Já senti muita falta de alguém, mas nunca lhe disse.
Já gritei quando deveria calar, já calei quando deveria gritar.
Muitas vezes deixei de falar o que penso para agradar uns, outras vezes falei o que não pensava para magoar outros.
Já fingi ser o que não sou para agradar uns, já fingi ser o que não sou para desagradar outros.
Já contei piadas e mais piadas sem graça, apenas para ver um amigo feliz.
Já inventei histórias com final feliz para dar esperança a quem precisava.
Já sonhei demais, ao ponto de confundir com a realidade... Já tive medo do escuro, hoje no escuro "me acho, me agacho, fico ali".
Já cai inúmeras vezes achando que não iria me reerguer, já me reergui inúmeras vezes achando que não cairia mais.
Já liguei para quem não queria apenas para não ligar para quem realmente queria.
Já corri atrás de um carro, por ele levar embora, quem eu amava.
Já chamei pela mamãe no meio da noite fugindo de um pesadelo. Mas ela não apareceu e foi um pesadelo maior ainda.
Já chamei pessoas próximas de "amigo" e descobri que não eram... Algumas pessoas nunca precisei chamar de nada e sempre foram e serão especiais para mim.
Não me dêem fórmulas certas, porque eu não espero acertar sempre.
Não me mostre o que esperam de mim, porque vou seguir meu coração!
Não me façam ser o que não sou, não me convidem a ser igual, porque sinceramente sou diferente!
Não sei amar pela metade, não sei viver de mentiras, não sei voar com os pés no chão.
Sou sempre eu mesma, mas com certeza não serei a mesma pra SEMPRE!
Gosto dos venenos mais lentos, das bebidas mais amargas, das drogas mais poderosas, das idéias mais insanas, dos pensamentos mais complexos, dos sentimentos mais fortes.
Tenho um apetite voraz e os delírios mais loucos.
Você pode até me empurrar de um penhasco que eu vou dizer:
- E daí? EU ADORO VOAR!



                                                                                                                                  Clarice Lispector






>>>Indignada<<<

quinta-feira, 28 de abril de 2011

Perdido no espaço

Essa música do Avantasia, é uma das que mais gosto, têm uma letra muito linda. E afinal todos nós temos alguns dias que ficamos meio perdidos,sem saber o que fazer, lutando contra vários medos e incertezas. Derrotando nossos próprios demônios. Mas no final tudo se ajeita...
Estamos vivendo para aprender... Sempre...


>>>"Como eu poderia saber?"<<<


Lost in Space - Avantasia
Composição: Tobias Sammet
 http://www.youtube.com/watch?v=o26SlmROH5Q


Outra estrela caiu silenciosamente
Outra faísca apagou-se ao frio
Outra porta que para as estéreis encontra-se aberta
E quem está lá para me dizer para não dar
Para não ir..

Como eu poderia saber?
Como eu poderia saber?
Que eu ficaria perdido no espaço, vagando eternamente?

Como eu poderia saber?
Como eu poderia ver?
Me sentindo perdido no espaço e vagando eternamente

Eu estou rastejando, para a entrada das terras ruins
E derrubando todos seus obstaculos para a escuridão
E todos os danos sumindo pelo retrovisor
E os demônios estão me chamando
Eles estão me puxando para longe

Como eu poderia saber?
Como eu poderia saber?
Que eu ficaria perdido no espaço, vagando eternamente?

Como eu poderia saber?
Como eu poderia ver?
Me sentindo perdido no espaço e vagando eternamente

Perdido no espaço
Perdido no tempo
Perdido no espaço
Perdido no tempo
Perdido no espaço

Como eu poderia saber
Como eu poderia...
Como eu poderia saber?
Como eu poderia saber?
Que eu ficaria perdido no espaço, vagando eternamente?

Como eu poderia saber?
Como eu poderia ver?
Me sentindo perdido no espaço e vagando eternamente

Eternamente...

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Palavras...

As palavras são boas. As palavras são más. As palavras ofendem. As palavras pedem desculpa. As palavras queimam. As palavras acariciam. As palavras são dadas, trocadas, oferecidas, vendidas e inventadas. As palavras estão ausentes. Algumas palavras sugam-nos, não nos largam: são como carraças: vêm nos livros, nos jornais, nos slogans publicitários, nas legendas dos filmes, nas cartas e nos cartazes. As palavras aconselham, sugerem, insinuam, ordenam, impõem, segregam, eliminam. São melífluas ou azedas. O mundo gira sobre palavras lubrificadas com óleo de paciência. Os cérebros estão cheios de palavras que vivem em boa paz com as suas contrárias e inimigas. Por isso as pessoas fazem o contrário do que pensam, julgando pensar o que fazem. Há muitas palavras.
 
 
                                                                                                                          José Saramago
 
 
 
 
 
 
Ouvi essa música hoje pela manhã, achei bem interessante e resolvi compartilhar!

 

É Preciso (A Próxima Parada) - Jota Quest

 
É preciso falar dos amigos
É preciso falar de nós dois
É preciso falar de estar vivo
E do que nos espera depois

É preciso falar de carinho
É preciso falar de calor
E ouvir sua voz na batida
Contando segredos

É preciso falar
É preciso falar...

É preciso falar da saudade
É preciso falar da paixão
É preciso falar de ser livre
E querer segurar sua mão

É preciso brindar o destino
É preciso gritar começou
Se jogar nessa dança na vida
Sem medo do escuro

Impossível não falar de amor

É preciso falar
É preciso falar...

É preciso falar
A verdade
É preciso falar...

Cada vida tem a sua estrada
Acredite no poder das palavras
Diga assim, essa noite vem
Deixa o sol nos levar amor
Deixe os planos, a próxima parada

É preciso falar
É preciso falar...

terça-feira, 26 de abril de 2011

A Cartola

 

Esse é um trecho do livro "O Mundo de Sofia", de Jostein Gaarder.
Recebi esse livro como presente no meu aniversário de 15 anos, e ele foi um dos meus incentivos para estudar filosofia. Recomendo à todos. É um livro surpreendente!

"Um dos antigos filósofos gregos, que viveu há mais de dois mil anos, acreditava que a filosofia era fruto da capacidade do homem de se admirar com as coisas. Ele achava que para o homem a vida é algo tão singular que as perguntas filosóficas surgem como que espontaneamente. É como o que ocorre quando assistimos a um truque de mágica: não conseguimos entender como é possível acontecer aquilo que estamos vendo diante de nossos olhos. E, então, depois de assistirmos à apresentação, nos perguntamos: como é que o mágico conseguiu transformar dois lenços de seda brancos num coelhinho vivo?

Para muitas pessoas, o mundo é tão incompreensível quanto ao coelhinho que o mágico tira de uma cartola que, há poucos instantes, estava vazia.

No caso do coelhinho, sabemos perfeitamente que o mágico nos iludiu. Quando falamos sobre o mundo, as coisas são um pouco diferentes. Sabemos que o mundo não é mentira ou ilusão, pois estamos vivendo nele, somos parte dele. No fundo, somos o coelhinho branco que é tirado da cartola. A única diferença entre nós e o coelhinho branco é que o coelhinho não sabe que está participando de um truque de mágica. Conosco é diferente. Sabemos que estamos fazendo parte de algo misterioso e gostaríamos de poder explicar como tudo funciona."

[...]

(O Mundo de Sofia - A Cartola. pág. 26)









Todo mundo têm dois lados... Um bom, e um não tão bom assim... E as vezes nós nos deparamos com essa situação, de querer saber se ouvimos o nosso lado bom ou o lado ruim.
Aprecie a música! Sem moderação!



Um Outro Estranho "Eu" - Another stranger me - Blind Guardian

Uma semente da dúvida
Existe
E cresce
Um brilho de vida
De em algum lugar profundamente dentro
Acorde e compreenda

Há mais alguém aqui?
Alguém está gritando
Ajude-me por favor
Vamos desobrir agora
Que eu não estou sonhando
Bem vinda a minha condenação
Aqui vem o meu real "eu"

Eu não sabia
Eu não poderia ouvir a resposta
Minha mente estava vazia
Eu devia saber
Eu me segurei mas de algum modo
Existe outra pessoa
Um outro estranho "eu"

Um outro estranho "eu"

Isso é
Quando o gelo
Se partirá

Eu não posso sair daqui
De forma alguma
Por que nenhumas de minhas chaves
Cabe na porta
Há um medo e uma raiva
Ódio e amor
Eu devo confessar
Está fora de alcance

É cínico
É cínico
Ainda cínico
Toda minha risada

É cínico
Apenas maniaca
É cínico
Toda sua risada

Se houver alguém ai dentro
Logo tudo acabará
Nós iremos queimar
Nossas almas queimadas
E nós estamos por nossa conta agora
Desista da sua invasão cruel
Você é insano eu irei mostrar-lhe

Eu não sabia
Eu não poderia ouvir a resposta
Minha mente estava vazia
Eu devo ter sabido
Eu devia saber
Eu me segurei mas de algum modo
Existe outra pessoa
Um outro estranho "eu"

Fora e longe
Não pude resistir
Frio é doloroso
O Raio da dor
Continuar a rasgar a minha mente
Eu não posso mais aguentar

Não diga há mais ninguém mas eu
Não acredito nela
Ela me odeia
Enevoa minha mente
É uma enganadora
Eu posso sentir vibrações cruéis
Você gostaria de se encontrar comigo?

Eu não sabia
Eu não poderia ouvir a resposta
Minha mente estava vazia
Eu devo ter sabido
Eu devia saber
Eu me segurei mas de algum modo
Existe outra pessoa
Um outro estranho "eu"

Um outro estranho "eu"

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Amor...

Quando encontrar alguém e esse alguém fizer seu coração para de funcionar por alguns segundos, preste atenção. Pode ser a pessoa mais importante da sua vida.

Se os olhares se cruzarem e neste momento houver o mesmo brilho intenso entre eles, fique alerta: pode ser a pessoa que você está esperando desde o dia em que nasceu.

Se o toque dos lábios for intenso, se o beijo for apaixonante e os olhos encherem d'água neste momento, perceba: existe algo mágico entre vocês.

Se o primeiro e o último pensamento do dia for essa pessoa, se a vontade de ficar juntos chegar a apertar o coração, agradeça: Deus te mandou um presente divino: o amor.

Se um dia tiver que pedir perdão um ao outro por algum motivo e em troca receber um abraço, um sorriso, um afago nos cabelos e os gestos valerem mais que mil palavras, entregue-se: vocês foram feitos um pro outro.

Se por algum motivo você estiver triste, se a vida te deu uma rasteira e a outra pessoa sofrer o seu sofrimento, chorar as suas lágrimas e enxugá-las com ternura, que coisa maravilhosa: você poderá contar com ela em qualquer momento de sua vida.

Se você conseguir em pensamento sentir o cheiro da pessoa como se ela estivesse ali do seu lado... se você achar a pessoa maravilhosamente linda, mesmo ela estando de pijamas velhos, chinelos de dedo e cabelos
emaranhados...

Se você não consegue trabalhar direito o dia todo, ansioso pelo encontro que está marcado para a noite... se você não consegue imaginar, de maneira nenhuma, um futuro sem a pessoa ao seu lado...

Se você tiver a certeza que vai ver a pessoa envelhecendo e, mesmo assim, tiver a convicção que vai continuar sendo louco por ela... se você preferir morrer antes de ver a outra partindo: é o amor que chegou na sua vida. É uma dádiva.

Muitas pessoas apaixonam-se muitas vezes na vida, mas poucas amam ou encontram um amor verdadeiro. Ou às vezes encontram e por não prestarem atenção nesses sinais, deixam o amor passar, sem deixá-lo acontecer verdadeiramente.

É o livre-arbítrio. Por isso preste atenção nos sinais, não deixe que as loucuras do dia a dia o deixem cego para a melhor coisa da vida: o amor.

Carlos Drummond de Andrade

Beijo de uma Rosa

Linda música do Northern Kings... Amei!
 
 
 

Kiss From A Rose

 
Eu fui beijado por uma rosa

Costumava existir uma torre acinzentada sozinha no mar.
Você se tornou a luz no meu lado obscuro.
O amor continua sendo a droga que dá uma onda, sem uso de pílulas
Mas você sabia,
que quando neva
os meus olhos se tornam maiores,
e a luz que você emite pode ser vista?

Baby,
Eu comparo você ao beijo de uma rosa no cinza
Quanto mais eu recebo de você,
mais estranha é a sensação
E agora que a sua rosa está desabrochando
Uma luz atinge a escuridão do cinza

Existe tanta coisa que um homem pode contar a você,
tanto que ele pode dizer
Você permanece
meu poder, meu prazer, minha dor, baby
para mim você é como um vício crescente que eu não posso negar...
Me diz, isso é saudável, baby?
Mas você sabia,
que quando neva
os meus olhos se tornam maiores, e a luz que você emite pode ser vista...

Baby,
Eu comparo você ao beijo de uma rosa no cinza
Quanto mais eu recebo de você,
mais estranha é a sensação
E agora que a sua rosa está desabrochando
Uma luz atinge a escuridão do cinza

Existe tanta coisa que um homem pode contar a você,
tanto que ele pode dizer
Você permanece
meu poder, meu prazer, minha dor, baby
para mim você é como um vício crescente que eu não posso negar...
Me diz, isso é saudável, baby?
Mas você sabia,
que quando neva
os meus olhos se tornam maiores, e a luz que voce emite pode ser vista...

Baby,
Eu comparo você ao beijo de uma rosa no cinza
Quanto mais eu recebo de você,
mais estranha é a sensação
E agora que a sua rosa está desabrochando
Uma luz atinge a escuridão do cinza

Baby,
Eu comparo você ao beijo de uma rosa no cinza
Quanto mais eu recebo de você,
mais estranha é a sensação
E agora que a sua rosa está desabrochando
Uma luz atinge a escuridão do cinza


http://www.youtube.com/watch?v=vDLSlg78gFU       Kiss from a Rose - Northern Kings

domingo, 24 de abril de 2011

RECOMEÇAR

Carlos Drummond de Andrade


Não importa onde você parou …
em que momento da vida você cansou…
o que importa é que sempre é possível e necessário “Recomeçar”.
Recomeçar é dar uma nova chance a si mesmo…
é renovar as esperanças na vida e o mais importante…
acreditar em você de novo…
Sofreu muito nesse período? Foi aprendizado.
Chorou muito? Foi limpeza da alma.
Ficou com raiva das pessoas? Foi para perdoá-las um dia.
Tem tanta gente esperando apenas um sorriso seu para “chegar” perto de você.
Recomeçar…
hoje é um bom dia para começar novos desafios.
Onde você que chegar?
Ir alto… sonhe alto…
queira o melhor do melhor…
pensando assim trazemos pra nós aquilo que desejamos…
Se pensarmos pequeno coisas pequenas teremos ….
Já se desejarmos fortemente o melhor e principalmente lutarmos pelo melhor, o melhor vai se instalar em nossa vida.
“Porque sou do tamanho daquilo que vejo, e não do tamanho da minha altura.”

terça-feira, 19 de abril de 2011

In the dark

Uma música, que julgo linda, uma das melhores. Recebi a poucos dias de alguém muito especial...

P.S: Só para deixar bem claro: estou romântica demais hoje!! rsrs


Composição: Tony Kakko
Sonata Arctica


No Escuro

Eu sou de onde a mágica está
Vou te dar o que eu não posso levar comigo
E o dia ensolarado e a Lua
Quero ter um beijo silencioso, quero te fazer minha,
Estou pensando como... não pode me deixar agora
Fique comigo de alguma maneira

Você veio de onde o fogo é
Me deu o que não podia queimar pela última vez
Um dia sem Sol e Lua
Quero ficar muito perto de você
Ver quaisquer cicatrizes que você carrega em seu coração partido,
É minha a parte que falta

Venha comigo, onde a mágica está
Podemos compartilhar mais do que luz
Podemos unir o Sol e a Lua se você quiser

Seja minha corda de salvamento nessa vida
Sofrimento e prazer para sempre e sempre
Eu gostaria de ver as paredes em volta do seu coração cairem..
Pare de resistir, deixe a luz entrar
Sofrimento e prazer para sempre e sempre
Por essa vida

Deixe eu te levar onde a mágica está, voltar no tempo
Lembre-se da luz, da frígida lua de Dezembro

Quero um beijo silencioso, quero te fazer minha,
Eu acho que você não pode me deixar agora
Fique comigo de alguma maneira
Fique comigo de alguma maneira
Venha comigo onde a mágica está
Podemos compartilhar mais do que luz
Podemos ter o Sol e a Lua

Seja minha corda de salvamento nessa vida
Sofrimento e prazer para sempre e sempre
Eu gostaria de ver as paredes em volta do seu coração cairem..
Pare de resistir, deixe a luz entrar
Sofrimento e prazer para sempre e sempre
Por essa vida
Seja minha corda de salvamento nessa vida
Sofrimento e prazer para sempre e sempre
Pare de resistir, deixe a luz entrar.. oh oh ..
Por essa vida

Estou sentindo seu rosto no escuro
Estou escutando sua respiração no escuro
estou sentindo o gosto dos seus lábios no escuro
Estou te abraçando firme no escuro

Vou te levar onde a mágica está
Vou te dar tudo o que tenho e posso oferecer
Você pode ter minha lua partida da meia-noite
Se você me der seu coração partido
E eu vou te dar algo real e dourado
Podemos fazer dessa vida a arte mais fina?

Eu venho de onde a mágica está
Vou te dar o que eu não posso levar comigo
E o dia ensolarado e a Lua
Quero ter um beijo silencioso, quero te fazer minha,
Estou pensando que você não pode me deixar agora
Fique comigo de alguma maneira

Estou sentindo seu rosto no escuro
Estou escutando sua respiração no escuro
estou sentindo o gosto dos seus lábios no escuro
Estou te abraçando firme no escuro


segunda-feira, 18 de abril de 2011

Adaptando-se aos Tempos

Sentindo e adaptando-se à mudança de estações, a pessoa poderosa ganha a experiência e flexibilidade que atrai seguidores capazes.


A única coisa que nunca muda, é o fato de que tudo sempre está mudando. O que funcionou ontem pode não funcionar hoje, e as pessoas experientes constantemente reinventam suas estratégias para se acomodar a novas realidades, assim que elas surgem.
O que não se adapta, morre. Ganhe sabedoria e vantagem, avaliando sua situação e mudando sua abordagem, quando necessário. Melhor que subornar pessoas de mente fraca ou seduzir os outros com falsas promessas, é permitir que sua perspicácia e adaptabilidade arrate-os para perto de você.

Relacionamentos crescem e mudam com o decorrer do tempo. As experiências e hábitos de ontem podem, Não ser aplicados hoje. Crescer juntos, conversando frequentemente sobre quem vocês são e onde gostariam de estar. Se está sozinho, saia da sua zona de conforto e reinvente-se!


Estratégias podem ter funcionado bem no passado, mas seu ambiente está mudando. Revise seu plano de ação para considerar as mudanças de condição!


Texto extraído do livro I Ching para iniciantes, Cap. 17, de Mark McElroy
O I Ching ou Livro das Mutações, é um texto clássico chinês composto de várias camadas, sobrepostas ao longo do tempo. É um dos mais antigos e um dos únicos textos chineses que chegaram até nossos dias. Ching, significando clássico, foi o nome dado por Confúcio à sua edição dos antigos livros. Antes era chamado apenas I: o ideograma. I é traduzido de muitas formas, e no século XX ficou conhecido no ocidente como "mudança" ou "mutação".









           "Não corrigir nossas faltas é o mesmo que cometer novos erros."   -   Confúcio





"Há três coisas na vida que nunca voltam atrás: a flecha lançada, a palavra pronunciada e a oportunidade perdida."
Provérbio Chinês


Sonhe...

"Navegue, descubra tesouros, mas não os tire do fundo do mar, o lugar deles é lá.
Admire a lua, sonhe com ela, mas não queira trazê-la para a terra.
Curta o sol, se deixe acariciar por ele, mas lembre-se que o seu calor é para todos.
Sonhe com as estrelas, apenas sonhe, elas só podem brilhar no céu.
Não tente deter o vento, ele precisa correr por toda parte, ele tem pressa de chegar sabe-se lá onde.
Não apare a chuva, ela quer cair e molhar muitos rostos, não pode molhar só o seu.
As lágrimas? Não as seque, elas precisam correr na minha, na sua, em todas as faces.
O sorriso! Esse você deve segurar, não deixe-o ir embora, agarre-o!
Quem você ama? Guarde dentro de um porta jóias, tranque, perca a chave!"


Fernando Pessoa

domingo, 17 de abril de 2011

Há momentos...

Simplesmente percebo que "a vida é curta, mas as emoções que podemos deixar duram uma eternidade..."
Gostei muito desse texto, pois nos mostra que cada momento que vivemos é único, e por incrível que pareça muitas pessoas não percebem isso. O importante na verdade é o que fazemos, demonstramos e sentimos e não o que temos... Afinal, você gostaria de ser lembrado pela pessoa que você foi, ou pelos bens que teve?


>>>>> SAUDADES
É isso o que sinto...



Há momentos na vida em que sentimos tanto
a falta de alguém que o que mais queremos
é tirar esta pessoa de nossos sonhos
e abraçá-la.

Sonhe com aquilo que você quiser.
Seja o que você quer ser,
porque você possui apenas uma vida
e nela só se tem uma chance
de fazer aquilo que se quer.

Tenha felicidade bastante para fazê-la doce.
Dificuldades para fazê-la forte.
Tristeza para fazê-la humana.
E esperança suficiente para fazê-la feliz.

As pessoas mais felizes
não têm as melhores coisas.
Elas sabem fazer o melhor
das oportunidades que aparecem
em seus caminhos.

A felicidade aparece para aqueles que choram.
Para aqueles que se machucam.
Para aqueles que buscam e tentam sempre.
E para aqueles que reconhecem
a importância das pessoas que passam por suas vidas.

O futuro mais brilhante
é baseado num passado intensamente vivido.
Você só terá sucesso na vida
quando perdoar os erros
e as decepções do passado.

A vida é curta, mas as emoções que podemos deixar
duram uma eternidade.
A vida não é de se brincar
porque um belo dia se morre.


Clarice Lispector

sexta-feira, 15 de abril de 2011

Herdeira da Noite: Depois de algum tempo...

Herdeira da Noite: Depois de algum tempo...

Depois de algum tempo...

                                                                                                                            Willian Shakespeare


Depois de algum tempo você aprende a diferença, a sutil diferença, entre dar a mão e acorrentar uma alma.

E você aprende que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança. E começa a aprender que beijos não são contratos e presentes não são promessas. E começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos adiante, com a graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança.
E aprende a construir todas as suas estradas no hoje, porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair em meio ao vão.

Depois de um tempo você aprende que o sol queima se ficar exposto por muito tempo. E aprende que não importa o quanto você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam... E aceita que não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-lo de vez em quando e você precisa perdoa-la por isso.

Aprende que falar pode aliviar dores emocionais.
Descobre que leva-se anos para construir confiança e apenas segundos para destruí-la, e que você pode fazer coisas em um instante, das quais se arrependerá pelo resto da vida.

Aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distancias. E o que importa não é o que você tem na vida, mas quem você tem da vida. E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher.
Aprende que não temos que mudar de amigos se compreendermos que os amigos mudam, perceber que seu melhor amigo e você podem fazer qualquer coisa, ou nada, e terem bons momentos juntos. Descobre que as pessoas que você mais se importa na vida são tomadas de você muito depressa – por isso, sempre devemos deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas, pois pode ser a última vez que as vejamos.

Aprende que as circunstâncias e os ambientes tem influência sobre nós, mas nos somos responsáveis por nós mesmos. Começa a aprender que não se deve comparar com os outros, mas com o melhor que pode ser. Descobre que se leva muito tempo para se tornar a pessoa que quer ser, e que o tempo é curto.
Aprende que não importa aonde já chegou, mas onde está indo, mas se você não sabe para onde está indo, qualquer lugar serve.
Aprende que, ou você controla seus atos ou eles o controlarão, e que ser flexível não significa ser fraco ou não ter personalidade, pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação, sempre existem dois lados.

Aprende que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer, enfrentando as conseqüências.
Aprende que paciência requer muita prática. Descobre que algumas vezes, a pessoa que você espera que o chute quando você cai, é uma das poucas que o ajudam a levantar-se.

Aprende que maturidade tem mais a ver com os tipos de experiência que se teve e o que você aprendeu com elas, do que com quantos aniversários você celebrou.
Aprende que há mais dos seus pais em você do que você supunha.

Aprende que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são bobagens, poucas coisas são tão humilhantes e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso.
Aprende que quando está com raiva tem o direito de estar com raiva, mas isso não te dá o direito de ser cruel. Descobre que só porque alguém não o ama do jeito que você quer que ame, não significa que esse alguém não o ama com tudo o que pode, pois existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabem como demonstrar ou viver isso.

Aprende que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém, algumas vezes você tem que aprender a perdoar-se a si mesmo.
Aprende que com a mesma severidade com que julga, você será em algum momento condenado.

Aprende que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido, o mundo não pára para que você o conserte.
Aprende que o tempo não é algo que possa voltar para trás. Portanto, plante seu jardim e decore sua alma, ao invés de esperar que alguém lhe traga flores.

E você aprende que realmente pode suportar... que realmente é forte, e que pode ir muito mais longe depois de pensar que não se pode mais. E que realmente a vida tem valor e que você tem valor diante da vida!