segunda-feira, 18 de abril de 2011

Adaptando-se aos Tempos

Sentindo e adaptando-se à mudança de estações, a pessoa poderosa ganha a experiência e flexibilidade que atrai seguidores capazes.


A única coisa que nunca muda, é o fato de que tudo sempre está mudando. O que funcionou ontem pode não funcionar hoje, e as pessoas experientes constantemente reinventam suas estratégias para se acomodar a novas realidades, assim que elas surgem.
O que não se adapta, morre. Ganhe sabedoria e vantagem, avaliando sua situação e mudando sua abordagem, quando necessário. Melhor que subornar pessoas de mente fraca ou seduzir os outros com falsas promessas, é permitir que sua perspicácia e adaptabilidade arrate-os para perto de você.

Relacionamentos crescem e mudam com o decorrer do tempo. As experiências e hábitos de ontem podem, Não ser aplicados hoje. Crescer juntos, conversando frequentemente sobre quem vocês são e onde gostariam de estar. Se está sozinho, saia da sua zona de conforto e reinvente-se!


Estratégias podem ter funcionado bem no passado, mas seu ambiente está mudando. Revise seu plano de ação para considerar as mudanças de condição!


Texto extraído do livro I Ching para iniciantes, Cap. 17, de Mark McElroy
O I Ching ou Livro das Mutações, é um texto clássico chinês composto de várias camadas, sobrepostas ao longo do tempo. É um dos mais antigos e um dos únicos textos chineses que chegaram até nossos dias. Ching, significando clássico, foi o nome dado por Confúcio à sua edição dos antigos livros. Antes era chamado apenas I: o ideograma. I é traduzido de muitas formas, e no século XX ficou conhecido no ocidente como "mudança" ou "mutação".









           "Não corrigir nossas faltas é o mesmo que cometer novos erros."   -   Confúcio





"Há três coisas na vida que nunca voltam atrás: a flecha lançada, a palavra pronunciada e a oportunidade perdida."
Provérbio Chinês


Nenhum comentário:

Postar um comentário