quarta-feira, 13 de abril de 2011

SELENE - A deusa da Lua

Selene, a deusa grega da lua, era filha dos titãs Hipérion e Téia, tendo como irmãos, a deusa Eos e o deus Hélios.
Um de seus mitos mais conhecidos envolve um simples, mas belo pastor, cujo nome era Endymion. A deusa da lua se apaixonou por este mortal, um caso que consequentemente resultou no nascimento de cinquenta filhas. Mas Endymion, como ser humano, era suscetível ao envelhecimento e eventualmente à morte.
Selene não podia carregar o pensamento desse fato cruel. Então, assegurando que Endymion permanecesse eternamente jovem, fez com que o belo jovem dormisse para sempre. Desta maneira viveria para sempre, dormindo com a mesma aparente idade.

Selene é muito associada à Ártemis, ou Hécate, mas vale a pena lembrar, que Selene representa todas as fases da Lua, e é a pura personificação deste astro, diferentemente de Ártemis que é a deusa ligada a vida selvagem e à caça, e Hécate a deusa da magia e da noite.




Selene and Endymion, de Ubaldo Gandolfi - Óleo sobre tela.


Essa música do Sonata foi inspirada no mito de amor da deusa Selene e do pastor Endymion. Particularmente, gosto muito dessa música.

Minha Selene - My Selene
 
Sonata Arctica
 
Poesia noturna,
Vestida na mais branca prata, você sorria para mim
Todas as noites eu espero pela minha doce Selene

Mesmo assim...

Solidão em minha pele
Uma vida presa pelas correntes da realidade
Você me deixaria ser seu Endymion?

Eu me banharia em seu luar, e descansaria em paz
Encantado pelo seu beijo num sono eterno

Mas até que nos unamos
Eu vivo por aquela noite
Esperando pela hora
Que duas almas se encontrarão

No raiar de um novo dia
Minha fé é renovada
Sombras, elas desaparecerão
Mas eu estou sempre nas sombras
Sem você...

Silencioso e sereno céu
Raios da lua dançando com a maré
Uma vista perfeita, um mundo divino

E eu...

A mais solitária criança viva
Sempre esperando, procurando pela minha rima
Eu ainda estou sozinho no fim da noite

Silencioso eu espero com um sorriso no meu rosto
Aparência trai e o silencio engana

Enquanto eu espero pela hora
Meus sonhos virarão realidade
Sempre fora de alcance
Mas nunca fora da mente

E abaixo da lua
Eu ainda espero por você
Sozinho contra a luz
Solidão sou eu

No fim, eu sou escravizado pelos meus sonhos
No fim, não há alma que sangraria por mim

Escondido da luz do dia, estou trancado em minha caverna
Preso em um sonho que esta lentamente se tornando um pesadelo
Aonde estou sozinho
A vida é perdoável quando você não passa de um sonho
O livro ainda está aberto, as páginas são tão vazias quanto eu

Eu me admiro com uma esperança que está começando a desaparecer
Tentando quebrar a desolação que eu odeio

Mas até que nos unamos
Eu vivo por aquela noite
Esperando pela hora
Que duas almas se encontrarão

No raiar de um novo dia
Minha fé é renovada
Nunca nos encontraremos
Apenas miséria e eu

Esse é meu ultimo chamado
Minha queda
Me afogando no tempo
Eu me torno a noite

No raiar de um novo dia
Eu desaparecerei
A realidade corta fundo
Você sangraria comigo
Minha Selene?


Um comentário:

  1. Fala sério, meu nome é Selene e fui escutar a música, e chorei, por que tipo, caraca, to emocionada

    ResponderExcluir